O primeiro Les Journées du Patrimoine

Da esquerda para a direita : 1- Angelina, 2-Museu do Louvre, 3- Jardim do Luxemburgo, 4- Piquenique nos Jardins dos Invalides, 5-Canal Saint-Martin

Audrey Hepburn já dizia em um de seus filmes «Paris is always a good idea» (Paris é sempre uma ótima ideia)… e desde então Paris não desmereceu seu título de cidade luz, mesmo se os tristes acontecimentos dos últimos tempos tenham abalado um pouco a posição de destinação turística número 1 no mundo.

Paris reserva inúmeras surpresas, não só para aqueles que a visitam pela primeira vez, mas mesmo aos turistas mais assíduos, até mesmo aos parisienses… É uma cidade museu devido ao seu extraordinário patrimônio cultural, mas ao mesmo tempo procura firmar a sua posição de capital inovadora e dinâmica.

Não existe uma estação mais propícia à visita da cidade luz, pois todas têm características que confirmam o seu charme e romantismo tão aclamado pelo mundo. Que seja tomar um chocolate quente para se aquecer na casa mais que centenária Chez Angelina (www.angelina-paris.fr) após uma visita ao Museu do Louvre, admirar as tulipas dos Jardins do Palácio do Luxemburgo com a chegada da primavera, se espreguiçar em um dos inúmeros parques e jardins da cidade para um piquenique admirando o pôr do sol com um dos monumentos da cidade como pano de fundo, ou simplesmente fazer uma caminhada ao longo do rio Sena ou do Canal Saint-Martin para admirar as folhas douradas do outono que começam a cair… Sim, estar em Paris é como fazer parte de um cartão postal, no qual as paisagens se renovam ao ritmo das estações, sempre nos surpreendendo.

Para os amadores de patrimônio cultural e gastronomia, setembro é um mês perfeito para uma visita. Dois acontecimentos marcam o calendário da cidade. O primeiro Les Journées du Patrimoine (os dias do Patrimônio) que se extende por dois dias, em geral o segundo fim de semana do mês. O outro evento,« La Fête de la Gastronomie» com uma duração de 3 dias. O objetivo de ambos é promover e oferecer o patrimônio cultural e gastronômico ao maior número de pessoas, que sejam franceses ou turistas de passagem. A gastronomia procura igualmente se popularizar com a promoção Tous au Restaurante (todos no restaurante).

As portas abertas dos monumentos históricos de 1984 é a origem do Dia do Patrimônio, que foi lançado a nível europeu através da iniciativa do ministro francês da cultura da época. Uma convenção foi estabelecida em outubro de 1999 e hoje reune mais de 50 países participantes (www.europeanheritagedays.com). Sim, o dia do patrimônio não acontece unicamente em Paris e na França, mas igualmente em toda a Europa.

No site interativo com todos os programas de visitas (http://traduction.culturecommunication.gouv.fr/url/Result.aspx?to=en&url=http://journeesdupatrimoine.culturecommunication.gouv.fr) podemos nos organizar  com antecedência. Por que não começar o dia comendo um croissant a espera que o Presidente da República nos receba para uma visita em seu gabinete no Palácio do Eliseu (Palais de l Élysée), ou visitar a prefeitura de Paris e seu salões tendo a oportunidade de aprofundar nosso conhecimento sobre o quotidiano das pessoas que colaboram nestas instituições, como floristas, restauradores, sem falar é claro da oportunidade de trocar algumas palavras com a prefeita da cidade? Descobrir as inúmeras bibliotecas da cidade, não accessíveis ao grande público, ou simplesmente revisitar um dos seus museus favoritos como o Museu d Orsay?

Inúmeras atividades são igualmente oferecidas gratuitamente como visitas guiadas por estudantes de história da arte, e ateliês para crianças com temas dedicados a cada idade. O dia do Patrimônio se faz em família, sensibilizando todos ao respeito de um patrimônio que os pertence. E este foi exatamente o tema deste ano Patrimônio e Civismo.

Se visitar as inúmeras riquezas desta cidade é um privilégio, o que dizer da sua gastronomia? «La fête de la Gastronomie» (Festa da Gastronomia, www.economie.gouv.fr/fete-gastronomie/accueil) que está em sua sexta edição este ano, procura igualmente valorizar o patrimônio culinário das diferentes regiões do pais. Este ano o tema é a Cozinha Popular, a cozinha de todos os dias…

Varias degustações e cursos são organizados em toda a cidade, diretamente nos mercados abertos, lojas ou restaurantes de todo o país…Alguns gratuitos, outros com uma pequena participação como a peixaria da minha rua, na foto abaixo. Eles preparam um prato de peixes típico do sul, da cidade de Marselha, a Bouillabaisse. Mesmo o Chef Pierre Sang é um fã incondicional da loja.

Sem falar de grandes chefes (www.allonsaumarche.com) que propõem degustações gratuitas em diversos pontos da cidade com o objetivo de mobilizar e sensibilizar a população sobre a compra de produtos frescos e locais, assim como a defesa de um patrimônio da humanidade fundado sobre a diversidade das artes culinárias. Varias receitas estão igualmente detalhadas no site acima.

Para concluir as festividades de setembro, a promoção «Tous au Restaurant» que se estende por 10 dias visa a promover o acesso a restaurantes para um grande número de pessoas, oferecendo a refeição ao seu acompanhante em restaurantes pré-inscritos em um site internet dedicado (www.tousaurestaurant.com). A lista inclui igualmente restaurantes estrelados no Guia Michelin. A reservação é obrigatória.